EmpreendedorismoMulheres que fazemNotíciasSocial

Uma amizade que se transformou em uma Corrente do Bem

60views

Na época da pandemia da Covid-19, inquieta em saber que os alunos de sua mãe ficariam sem comida, Bruna Guerino resolveu agir. Começou a pedir ajuda para os amigos, nas redes sociais, e doou cestas básicas. Tão logo iniciou as doações, Fabiana Marçal quis ajudar e as duas formaram uma dupla que fez tudo acontecer.

Em uma campanha de Natal, as meninas chegaram a doar 2500 brinquedos novos e mais de 2000 usados. Durante todos os anos, organizam campanhas de volta às aulas, páscoa, agasalho, dia da criança e natal. A Corrente do Bem estava formada! No início das chuvas que gerou diversos estragos em nosso estado, Bruna e Fabiana imediatamente começaram a atuar. Bruna realizou um vídeo, Fabiana montou as artes para a rede social e chamaram várias empresas como apoiadoras. Após 20 dias, a Corrente do Bem já arrecadou mais de R$120 mil em dinheiro, e mais de R$100 mil em roupas e materiais.

Voos de São Paulo, carretas de São Paulo e Paraná também vieram para ajudar. Praticamente todas as regiões de Santa Maria já foram atendidas. A Corrente do Bem, que eram somente duas pessoas e mais a mãe da Bruna, hoje passou a ter mais de 80 voluntários. Recentemente, assinaram o contrato para doar uma casa para uma família que foi atingida por um incêndio e que, na enchente, perdeu grande parte das coisas novamente.

Bruna é farmacêutica e atua como representante, e Fabiana é nutricionista de formação, mas atua como empresária. A amizade que iniciou em 2010, por amigos em comum, se fortaleceu cada vez mais por um objetivo maravilhoso: ajudar as pessoas que estão precisando.

Mais de 1000 cestas básicas já foram doadas, um lava jato foi adquirido para ajudar na limpeza das casas dos atingidos, e hoje 80 pessoas são coordenadas pelas fundadoras do projeto. O auxílio está distribuído seja onde for. Parabéns a Corrente do Bem por esse projeto incrível que tanto faz por quem precisa e necessita.

Deixar uma resposta