Milene Benetti De Lara

149views

A fotógrafa homenageia o Município com o seu Projeto Autoral: “Nossas Senhoras”.

No mês de julho de 2022, Milene Benetti De Lara, 36, advogada, especialista em Processo Civil e Docência, casada há 8 anos com Rafael De Lara, decidiu que já era tempo de colocar sua vocação pela fotografia em prática no mercado. Segundo ela, apesar de o Direito possuir envergadura para abraçar diversos segmentos, ele não era maleável o suficiente para comportar os anseios artísticos, conforme a sua personalidade. 

“Fazer esta transição foi algo vital, pois foi como atender um chamado constante do meu coração. Havia dentro de mim alguma coisa querendo explodir. E isto não aconteceria no universo engessado do Direito”, destaca Milene ao relembrar os momentos de decisão.

Ela adora colecionar perfumes e bons momentos, tanto quanto objetos. Seu maior desejo é alcançar cada vez mais pessoas com a sua nova carreira, aliada à ambição em realizar projetos que sejam cada vez mais especiais atingindo outros públicos com o objetivo final de fazer as pessoas felizes! Para Milene, empreender significa realizar, e uma mulher empreendedora é aquela que se sente realizada no que faz porque faz o que ama!

O mês de dezembro é um mês mágico! Ele é especial pela religiosidade e por ser o mês em que as famílias se reúnem, comemoram e renovam os seus desejos e aspirações para o novo ano que irá chegar. “Por isso, eu desejo que a energia desta capa de dezembro da Interativa reascenda a chama da fé nos corações de todos os leitores, para que eles percebam, em todos os seus passos, em todas as esquinas, ruas e avenidas, que nós vivemos em uma cidade abençoada pelas Nossas Senhoras! Sou atenta aos sinais que os meus anjos me enviam e a tudo o que Deus sussurra nos meus ouvidos. Isso não tem preço!”. Ela quer ser lembrada por todas as mulheres e homens que já atendeu como sendo a artista que “mais os fez se sentirem belos” e que entendeu as suas necessidades no tocante à imagem que desejavam passar, bem como no reencontro deles com o seu bem estar e autoestima. “E asseguro, eu já estou vivendo isto!”, destaca Milene.

Como surgiu a ideia do Projeto? 

Eu tive esta ideia em 2021, antes de iniciar na fotografia, e comprar a minha câmera! Guardei a ideia no meu coração todos estes anos, sem dividir com ninguém, pois precisava de cursos e de experiência para realizar a edição no nível de excelência que foi feita. Apesar de estar apreensiva por todo esse tempo, estudando, me preparando, guardando este segredo, eu sabia que podia contar com a proteção de Deus e absolutamente ninguém pensaria nisto e nem faria isto no meu lugar! O Projeto exigiu muito tempo, preparo, cursos, muito investimento e eu fiz tudo absolutamente sozinha, sem interferências e sem nenhum patrocínio. Nem mesmo os colaboradores e envolvidos sabiam do que se tratava! O que mais me emociona é a confiança que eu devo passar a todos eles, pois todos, sem exceção (inclusive a Revista Interativa) embarcaram nesta aventura com a condição do segredo! Tudo foi surpresa! Esta era a minha oportunidade de fazer história e eu precisava mostrar a todos o que eu sabia fazer! Então, na execução do Projeto, resolvi estudar sobre as Nossas Senhoras e o porquê de elas serem os nomes dos Bairros de nossa cidade, pois desde que cheguei aqui, a primeira coisa que eu vi foram elas! Percebi que onde quer que eu fosse havia uma Nossa Senhora! Eu pensava com os meus botões: como ninguém pensou nisto antes? E esta é uma das bênçãos que Deus dá aos artistas. E no meu caso, precisou vir alguém de longe para enxergar aqui o que ninguém tinha visto, apesar de viver uma vida inteira passando por elas.

Como foi feita a escolha das 7 mulheres? 

Bem, uma delas sou eu. Eu jamais perderia a oportunidade de viver este momento junto com as minhas amigas! Eu estou tão emocionada que não aguentaria ficar só nos bastidores, eu quis viver isto junto com elas! O critério de escolha das outras 6 foi a confiança, a cumplicidade e o tempo de amizade. Nesta cidade, elas foram as primeiras amigas que fiz. Escolhi mulheres já maduras que possuem temperamentos pacíficos, constantes e agregadores. Elas contam com uma longa trajetória nas suas atividades, diferentes profissões e têm muita história de vida para contar! Para o Projeto eu precisava de pessoas assim! Me orgulho em dizer que todas são do bem e me sinto segura com o que há dentro do coração delas! 

Como foi a sessão de fotos? Superou as expectativas? 

Literalmente abençoada. Inclusive a “minha Nossa Senhora de Fátima” exclamou: – amiga, fique tranquila. Deus viu o teu propósito. E no momento em que fizermos as fotos, as águas cessarão da mesma forma que o mar se abriu para Moisés (horas antes da sessão de fotos chovia na cidade). E assim se fez! Acredito plenamente que tudo aconteceu do jeito certo com a proteção de Deus e com as pessoas certas. As minhas amigas são tão benevolentes que estavam “preocupadas” porque não eram modelos. Eu fiz questão de que fossem elas, porque felicidade e prosperidade são coisas que ficam ainda mais especiais ao lado de quem amamos. Com absoluta certeza nenhuma modelo ou blogueira famosa cumpriria com maestria este papel. O meu objetivo era trabalhar com liberdade, por isso o sigilo total, afinal, segredo bem guardado é o que não é sabido. E realmente NENHUM dos presentes no dia sabia do que se tratava. Foram pela confiança que tem em mim! Foi tudo cuidadosamente calculado para manter a surpresa para os participantes e para a sociedade! 

Juntas nós somos as 7 Nossas Senhoras que abençoam a nossa cidade! Milene Benetti De Lara (Santa Maria); Cláudia Benites (Nossa Senhora da Medianeira); Letícia Adamy (Nossa Senhora das Dores); Márcia Nozari (Nossa Senhora de Lourdes): Michele Schafer (Nossa Senhora de Fátima); Edilse Motta (Nossa Senhora do Perpétuo Socorro); Valdreani Porto (Nossa Senhora do Rosário). Este é o meu presente para a cidade de Santa Maria, a minha homenagem como artista ao nosso amado município!

Qual a sensação de ter realizado este desafio de lançar sua nova carreira através de um Projeto Autoral?

Isso foi maravilhoso! A repercussão que vem tendo entre as pessoas que até então não me conheciam é gigante! As pessoas me enviam mensagens, elogios, dizem que estão arrepiadas, emocionadas e que a ideia foi “genial”, que isto fará parte da história da cidade! E que estão amando o trabalho! Também estou muito feliz com a interação com as paróquias, fiéis, ainda mais porque tudo ocorreu logo após a nossa maravilhosa Romaria! Enfim! Tenho muito o que agradecer, tudo saiu melhor do que o esperado, foi tudo perfeito! 

Como é empreender neste setor em Santa Maria? 

Eu tenho a graça de ouvir das pessoas que fotografaram comigo que elas já se amam na câmera, e ainda mais após a edição! Elas ficam super satisfeitas e estão me indicando aos amigos, colegas e assim fazendo a roda girar! Sou grata por tudo!

Onde busca inspirações para os ensaios fotográficos? 

Busco inspirações na natureza, na essência e no temperamento das pessoas para que eu consiga entendê-las e surpreendê-las, extraindo mais do que elas mesmas idealizaram.

Quais seus pontos fortes como empreendedora? 

Acredito que Deus dá presentes para as pessoas. Um presente que ele me deu foi a criatividade. E me dou muito bem, por consequência, no improviso. Já aconteceu em ensaios de a pessoa não estar tão empolgada ou porque está se achando acima do peso ou não estava num dia tão legal. Nós transformamos este dia em algo inesquecível. Usamos elementos impensáveis, rimos muito e tudo sai melhor do que o esperado! Já consegui fazer com que casais tímidos e reservados tirassem fotos embaixo do edredom! São coisas maravilhosas que a gente nunca esquece!

Qual a sua visão para o futuro transformando vidas através da arte em fotografias? 

Fazer com que as pessoas que “não gostavam tanto assim” de serem fotografadas passem a ver isto como uma alegria, diversão, um prazer, que elas aproveitem o momento para se reinventar, para se redescobrirem e associem a mim estas sensações positivas! 

Qual a melhor experiência que gostaria de repetir? 

Só de poder ver todos aqueles sorrisos de novo, eu viveria tudo novamente, mas não num tempo passado. Almejo que estas experiências positivas se repitam no futuro com outras comemorações, outras fases de vida, e outras versões destas pessoas! Ver as crianças que fotografei crescendo, as meninas se formando, casando, se tornando mulheres felizes, os casais envelhecendo com alegria, saúde, comemorando a sua estrada, enquanto eu registro todas estas histórias!

Hoje, o que diria para a Milene que estava buscando novos desafios, qual seria o seu conselho para ela? 

Eu diria para ela continuar sempre ouvindo a sua intuição, ela é infalível!

Deixar uma resposta