Notícias

Representante do Papa no Brasil em Santa Maria

32views

A primeira vinda do Núncio Apostólico, representante diplomático permanente da Santa Sé, excelentíssimo Dom Giambattista Diquatto, ao Rio Grande do Sul foi marcada de emoção com a entrega do Pálio Arquiepiscopal ao Arcebispo de Santa Maria, Dom Leomar Antônio Brustolin.

Uma celebração eucarística foi realizada na Basílica da Medianeira para a entrega que representou a unidade com o Santo Padre, o Papa Francisco, em uma tradição que ocorre desde o século VI.

O Pálio é uma insígnia litúrgica usada pelo Papa e pelos arcebispos. É confeccionado pelos monges trapistas da Abadia de Tre Fontane, em Roma e, desde 1644, são abençoados pelo Abade na Basílica de Santa Inês, no dia 21 de janeiro, festa de Santa Inês. Os pálios são tecidos e costurados pelas monjas do convento romano de Santa Cecília, e são guardados junto ao túmulo de São Pedro na Basílica Vaticana até o dia 29 de julho, solenidade de São Pedro e São Paulo, quando são entregues aos arcebispos nomeados no ano anterior.

A entrega ocorreu pela primeira vez em Santa Maria. Dom Hélio Adelar Rubert recebeu o pálio em 29 de junho de 2011 em Roma, pelas mãos do então Papa Bento XVI. A missa teve a presença de diversas autoridades eclesiásticas, civis, militares, acadêmicas e fiéis católicos.

 

Deixar uma resposta