Artigo de opinião

Qual é a nossa sorte?

Qual é a nossa sorte?
158views
Assistimos chocados a invasão do Talibã no Afeganistão. Milhares de pessoas tentando fugir, se agarrando às ferragens de aviões, pessoas fuziladas nos aeroportos, mulheres perdendo seus direitos civis, meninas e mulheres solteiras sendo obrigadas a casamentos forçados, ou simplesmente presas, estupradas pelos soldados e torturadas até a morte.
Mulheres proibidas de sair às ruas, estudar ou simplesmente manifestar ideias próprias e claro, com todo o rigor da burca. Pois elas não podem ser notadas.
Largadas na própria sorte, ninguém lutará por elas.
Depois de 20 anos com tropas americanas instaladas no Afeganistão nenhum atentado terrorista aconteceu no mundo.
Quem não lembra do dia 11 de setembro de 2001 quando o grupo fundamentalista islâmico al-Qaeda invadiu as Torres gêmeas em Nova York com quatro aviões comerciais sequestrados matando 2996 pessoas, incluindo os 19 terroristas e ferindo outras 6291 pessoas.
Joe Biden, novo presidente americano, em seu discurso frio e calculista apenas falou que não poderia fazer mais nada. Desejou sorte ao povo, que em poucas horas, havia se transformado no caos sangrento . Todos os avanços conquistados, principalmente para as mulheres, acabaram.
Mas a pergunta que não quer calar? Porque ele tirou as tropas justamente agora? Que acordo foi este dos EUA com Talibã?
E Porque a China está financiando o Talibã?
Uma coisa é certa, a segurança pública do mundo não será mais a mesma.
Quer combinação mais explosiva que Talibã e Comunismo chinês? Nunca foi em nome de Deus, sempre foi o poder, a dominação.
Para quem odiava Donald Trump, deve estar feliz com os dois ataques que Biden ordenou somente neste ano contra a Síria e milícias Iranianas criando novos climas de tensão entre os países.
No Afeganistão, não foi preciso bombardear, apenas abrir a porta.
A nós, reles analfabetos funcionais que discutem perfumarias no facebook e preferencias sexuais dos famosos, resta rezar, e muito, para que estes ditadores que sabemos que querem dominar o mundo não ganhem terreno fértil em outros países.
Quem apoia o terror, terrorista é. Quantos brasileiros apoiaram a China? Quantos brasileiros estão achando lindo abrir as portas, as divisas, e comprometendo toda nossa soberania nacional.
A primeira coisa que os Talibãs fizeram foi desarmar a população, proibir comunicação e acesso à educação. Em nome de quê?
E não faltam os imbecis que acham que isto tem a ver com religião. Analisem quem é contra a educação e a liberdade de opinião?
Se ainda vivemos numa democracia, Graças a Deus, não podemos permitir que nossa liberdade de opinião, acesso a educação seja oprimida por opiniões políticas e com prisões cada vez mais recorrentes ordenadas pela ditadura de nosso STF.
Ninguém quer fechar STF, mas substituir os milicianos que ali se encontram.
Que Deus nos proteja!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Silvana Maldaner

19-08-21

Deixar uma resposta