Notícias

Médico suspeito de cometer mais de 100 abusos no RS tem interdição cautelar determinada

82views

Por determinação do Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul (Cremers), o Diário Oficial da União publicou hoje, 03, a interdição cautelar total e temporária do médico Klaus Wietzke Brodbeck, suspeito de abusar de ao menos 127 mulheres no Rio Grande do Sul.

A medida impede que ele exerça a medicina até as investigações do Conselho serem concluídas. Caso Klaus seja condenado em duas instâncias do Cremers e tenha a pena confirmada pelo Conselho Federal em Brasília, o registro é cassado definitivamente.

Em 20 anos, o cirurgião respondeu a 23 processos disciplinares no Conselho do RS. Em dois deles, foi condenado à cassação do registro, mas ambas as penas foram revertidas pela instância superior na Capital federal.

As denúncias contra o médico são de diversas regiões do RS e de outros estados, tais como Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina.

Além disso, ele é suspeito de manter relações sexuais com uma paciente sedada, após cirurgia. Também estão sendo apurados os crimes de estupro de vulnerável, assédio sexual e importunação sexual pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher. Paralelamente está sendo realizada uma investigação por erro médico.

Brodbeck negou as denúncias em depoimentos.

Deixar uma resposta