Artigo de opiniãoSem categoria

Ataque à Democracia

Ataque à Democracia
73views

Temos visto muitas frases e discursos sobre o ataque à democracia. Mas afinal o que é Democracia?
Democracia é um regime de governo cuja origem do poder vem do povo. Em um governo democrático, todos os cidadãos possuem o mesmo estatuto e têm garantido o direito à participação política. Um dos aspectos que define a democracia é a livre escolha de governantes pelos cidadãos através de eleições diretas. Os políticos eleitos representam a vontade e os anseios da população.
As entidades representam o Estado de Direito. Mas quando os agentes públicos se utilizam da blindagem destas entidades para legislar em causa própria, com pesos e medidas desproporcionais não seria um ataque à democracia?
Estamos presenciando cada vez mais, entidades representativas utilizarem o discurso que não se pode atacar atitudes de agentes públicos nomeados ou concursados pois eles são a própria Democracia. Seriam os deuses da democracia ?
Ministros da Suprema Corte, por exemplo, nomeados por presidentes da república não podem ser questionados, criticados? Não podem ser substituídos? A indignação popular é tanta, que a população tem de fato criticado e perdido o respeito pelas atitudes imorais recorrentes nos últimos tempos.
O jornalista Oswaldo Eustáquio foi preso por duas vezes em 2020. Na segunda vez, em dezembro, apanhou e foi torturado na prisão. Está com a quinta vertebra fraturada e sem poder caminhar, bloqueado em todas as redes sociais, incomunicável. Um criminoso que segundo o STF deveria sair de tornozeleira. Qual o crime? Criticar atitudes do STF. Mas o que de fato é permitido, ofensivo ou opinativo?
Muito interessante os crimes de opinião. Não tem segunda instancia, como os crimes de corrupção e outros crimes bárbaros que assolam e saqueiam cofres públicos, desviando dinheiro de hospitais, escolas, estradas, saneamento básico, matando milhares de brasileiros.
Comparados aos 700 mil presos do país, o perigo que este jornalista representa realmente é preocupante, assustador e sem precedentes. O crime de opinião.
Agora é a vez do cantor Sergio Reis, 81 anos de vida, foi um precursor da música sertaneja, uma carreira histórica e um patrimônio da cultura brasileira. Arriscou-se entrar na política e manifestar suas opiniões contrarias ao STF. Agora está sendo perseguido com todo o fervor como mais um perigo à democracia. Seu passado como deputado federal por São Paulo foi silenciado. Ninguém deu holofote ao seu trabalho em prol da saúde. Utilizou toda a sua verba dos 15 milhões por ano, totalizando 60 milhões, aplicados na saúde. Fez um trabalho lindo no Hospital do Câncer de Barretos. Renunciou as verbas parlamentares. Isto não importa.
Não podemos criticar a integridade de caráter e as decisões descabidas dos integrantes do STF.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Silvana Maldaner

26-08-21

Deixar uma resposta